Assistência Social

Prefeito Anderson distribui 10 toneladas de pescados na sede e zona rural de Alcântara

Apesar de todas as dificuldades que o Brasil atravessa economicamente, Alcântara também não ficou livre dessa crise que assola o país. Mesmo com tudo isso, o prefeito Anderson Wilker, reuniu forças para manter a tradição Cristã de comer peixe na Semana Santa. Pelo segundo ano consecutivo, o prefeito distribuiu pescados para famílias carentes do município nesta quinta-feira (29), tanto na sede, quanto na zona rural. Foram 4 mil quilos na sede e 6 mil quilos na zona rural do município, totalizando 10 toneladas de peixes.

Todos os polos foram beneficiados: Agrovilas, Peroba, Santa Maria, Oitiua, Cujupe, Raimundo Sú, Itamatatiua e Japeu, contemplando as comunidades que fazem parte desses polos. Com a ação, o prefeito Anderson Wilker entrou para a história de Alcântara como o único prefeito a fazer distribuição de pescados às famílias carentes. Durante a distribuição a alegria era completa, tanto do gestor, quanto das pessoas que recebiam o pescado.

O prefeito de Alcântara, Anderson Wilker destacou a importância de manter uma tradição Cristã milenar de comer peixe na Sexta-feira Santa.  "Apesar das dificuldades financeiras, devido à crise econômica, a gestão municipal fez todos os esforços para manter viva a tradição e não faltar alimentos típicos durante a Semana Santa aos moradores de Alcântara. Nossa meta é melhorar a vida dos que mais precisam e isso estamos fazendo. Nossa gestão é voltada para ações de políticas públicas e estou trabalhando diuturnamente pelo nosso povo", destacou o prefeito.

A comitiva formada pelo prefeito Anderson, secretários e lideranças ficou concentrada às 8h na Praça do Galo, onde foram distribuídos pescados para famílias carentes da cidade, e de lá saiu para iniciar a entrega em povoados polos previamente selecionados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Mulher e Igualdade Racial. Os beneficiários do Programa Bolsa Família, usuários do CRAS, CREAS E CAPS, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e Programa Criança Feliz, pessoas com deficiência, idosos, gestantes e lactantes foram prioridades na distribuição de peixes.

Fotos: José Lindoso

 

Mais em Assistência Social


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!